Notícias

Sobre a IMBIL

A IMBIL- Indústria e Manutenção de Bombas ITA Ltda. é uma empresa 100% brasileira, de capital fechado que desde 1982 opera no segmento de Bombas Centrífugas mono e multiestágio, e hoje está situada na Rua Jacob Audi, 690 na cidade de Itapira/SP, em uma área própria de 120 mil m², sendo 23,5 mil m² de área construída.

LEIA MAIS

VEJA TAMBÉM...

voltar

29/06/2017Sopradores e Compressores de Anel Líquido

SOPRADORES e COMPRESSORES de ANEL LÍQUIDO aplicados nos SANEAMENTO e TRATAMENTO de EFLUENTES.

Embora a utilização de Sopradores e Compressores de Anel Líquido destinados ao tratamento e recuperação de Efluentes não tenha sido tão divulgado, como deveria ser, cabe levarmos ao conhecimento dos Órgãos Públicos e ao da Indústria em geral, as incontestáveis vantagens que estes equipamentos oferecem nos processos cujos regimes de funcionamento devem ser contínuos, ininterruptos, ou seja, operando 24 horas por dia, por longos períodos de tempo, para não dizer, por anos ou mesmo décadas.

Por se tratarem de Equipamentos de inquestionável confiabilidade e extrema simplicidade construtiva, comparada com outros equipamentos de outras concepções, Sopradores e Compressores de Anel Líquido são sem dúvida os mais recomendados nas mais variadas aplicações, particularmente, nas Operações de Saneamento e nas Estações de Tratamento de Efluentes e Esgoto, a saber:

I. PRINCIPAIS APLICAÇÕES

a.Agitação na formação de Emulsões Líquidas.
b. Aeração em lagoas ou lagos de baixo “DBO”.
c. Oxigenação para destruição por oxidação de Bactérias Anaeróbicas.
d. Flotação na suspenção por agitação de impurezas levadas à superfícies líquidas para serem removidas por arraste.
e. Remoção do gás metano (CH4) oriundo de Digestores Anaeróbicos para utilização como fonte de Energia e/ou evitar riscos de Explosão.
f. Extração e carreamento de misturas de gases saturados e corrosivos com parcelas líquidas vinda dos Sistemas de Recirculação nos Digestores.
g. Insuflamento para desprendimento das Tortas dos Elementos Filtrantes de Filtros em geral.
h. Para controles Pneumáticos e Instrumentação, cujo ar deve ser limpo e inseto de óleo.
i. Para Recirculação do dióxido de carbono (CO2) dos fumos de chaminés que contem gases corrosivos e partículas sólidas abrasivas, os Sopradores de Anel Líquido podem perfeitamente executar esta operação, onde outros equipamentos falham.
j. Regeneração de ozone (O3) que necessita Ar limpo cujo material sólido em suspenção é decantado pelo Anel Líquido do Soprador ou Compressor, além da diluição ou eliminação de outros gases contidos em atmosferas poluídas, tais como, anidrido sulfuroso (SO2), monóxido de carbono (CO), metano (CH4), vapores orgânicos em geral, etc.
k. Para controle de Odores, através da captação de gases liberados de matéria degradada de Odor forte e/ou irritante, transferindo os gases para bacias de aeração.

II. MANUTENÇÃO

Praticamente inexiste, exigindo a título de Manutenção Preventiva apenas lubrificação periódica dos rolamentos, troca de gaxetas ou selos mecânicos. Sugere-se lubrificação dos Rolamentos a cada 06 (seis) meses, troca de gaxetas a cada 30 (trinta) meses e eventual troca dos selos mecânico, se ou quando necessário.

III. MONITORAMENTO

Resume-se a verificações periódicas das condições de funcionamento dos motores de acionamento e dos estados dos elementos filtrantes dos Filtros dos líquidos compressores que alimentam os Sopradores e Compressores, dispensando cuidados adicionais, salvo inesperados acidentes de percurso.

IV. CARACTERÍSTICAS CONSTRUTIVAS

Os Sopradores e Compressores de Anel Líquido se resumem basicamente a (05) cinco Peças Metálicas : (01) um Corpo, (01) Conjunto-Girante (Rotor (+) Eixo) e (02) duas Laterais (Lado acionado e Lado bloqueado). Deve-se, no entanto considerar uma “Sexta Peça”, tão importante como as demais, que é o “Anel Líquido” formado pelo Líquido-Compressor e responsável pela aspiração, compressão e carreamento dos Gases. Função adicional do Líquido-Compressor é o de manter a temperatura dos Sopradores e Compressores a níveis adequados, garantindo desempenho operacional e evitando aquecimento exagerado dos mesmos.

Com respeito aos materiais construtivos, os mais comuns são os, Ferro Fundido, Cinzento e Nodular, Aço Fundido nas mais variadas ligas, Aços Inoxidáveis, Bronzes, Alumínio, etc.

A única Peça em movimento desses Equipamentos, é o Conjunto-Girante operando totalmente livre, nos quais o único atrito existente é metal com líquido, razão pela qual, desgaste é o mínimo possível, garantindo-se desta forma não apenas vida útil longa, bem como preservação do desempenho por muito tempo.

V. PRINCIPAIS VANTAGENS

Considerando segurança, robustez e confiabilidade operacional que os Sopradores e Compressores de Anel Líquido oferecem no tratamento de Efluentes e Esgoto quando comparados com outros Equipamentos de diferentes princípios e concepções construtivas, podemos destacar as seguintes vantagens:

A. SOPRADORES :

1. Fornecimento de Ar Frio, da ordem de 50C a 70C acima da temperatura da água de selagem (líquido-compressor).
2. Atingem P = 1,0 Bar a 1,36 Bar manométrico em operação contínua e ininterrupta.
3. Baixa rotação, normalmente para Sopradores de médio a grande portes, com Vazões da ordem de : q = 1.000 scfm (1.699 Nm³/h) a 12.000 scfm (20.388 Nm³/h), e rotações variando entre, n = 880 rpm a 270 rpm.
4. Não há atrito entre peças metálicas entre si, apenas atrito entre sólido e líquido (geralmente água), daí mínimo desgaste.
5. Baixo nível de ruído 85 dbA máx. a 1,0 m de distância, não havendo necessidade de inseri-los em “Cabines Acústicas”, nem instalação de “Silenciadores” ás entradas e saídas dos Equipamentos.
6. Lubrificação se restringe apenas aos rolamentos, quando necessário a cada 06 (seis) meses.
7. O único componente em movimento é o Conjunto-Girante (Rotor (+) Eixo) onde o líquido-compressor executa a função simultânea e semelhante as de Palhetas e Pistões, aspirando e comprimindo ar, gases e vapores, da atmosfera e/ou dos processos.
8. Alta resistência a materiais particulados abrasivos ≤ 7,0 microns.
9. Alta resistência a gases corrosivos, bastando serem construídos em materiais adequados.
10. Quando o líquido compressor é a água, esta pode ser recirculada, desde que devidamente resfriada, ou ser fornecida via única, não exigindo qualidade potável em nenhum dos casos. Qualquer água na temperatura inferior a 300C é bem aceita sem interferir de forma marcante no desempenho operacional dos Sopradores.
11. Não faltando líquido compressor na vazão recomendada, risco de rompimento do Corpo, Cones ou Conjunto-Girante, praticamente inexiste, mesmo se os rolamentos estiverem parcialmente danificados.
12. Balanceamento do Conjunto-Girante pode ser “Estático” devido a baixa rotação, particularmente dos Sopradores de grande porte. No entanto nada impede balanceamento “Dinâmico”.
13. Montagem e ajustagem é de extrema simplicidade, embora não dispense pessoal especializado.
14. Manutenção praticamente inexiste, resumindo-se basicamente a preventiva. Quando corretiva, se resume a troca de gaxetas e/ou rolamentos.
15. Embora já mencionado anteriormente, para o caso em questão, a Vida Útil é extremamente longa, geralmente superior a 30 anos, operação 24 h/dia, 365 dias/ano.

B. COMPRESSORES:

Os Compressores de Anel Líquido encontram também enorme Leque de aplicações como as dos Sopradores, particularmente nas Indústrias em geral. Quando operando nas Estações de tratamento de Efluentes e Esgoto, atendem na maioria das vezes Sistemas pneumáticos e instrumentação, principalmente quando se exige pressões acima de 20 lbf/pol² manométrico. Há no entanto, compressores capazes de atingir pressões da ordem de desde 45 lbf/pol² a 125 lbf/pol², mantendo as demais Vantagens que caracterizam os Sopradores.

C. DIVULGAÇÃO :

Países com dimensões continentais nos quais as distâncias são enormes e onde os Centros de Produção estão geralmente concentrados nos Complexos Urbanos Industrializados de maior porte, estes por disporem de mais recursos, são capazes de tratar com maior eficiência seus Efluentes e Esgoto antes de devolverem as águas tratadas aos rios, lagos, mananciais e a própria população. Isto, porém nem sempre acorre com cidades menores que carecem dos recursos que as maiores dispõem, ocasionando muitas vezes sérios danos ambientais.

Nos Países mais desenvolvidos e em particular nos Estado Unidos da América do Norte, Sopradores e Compressores de Anel Líquido são amplamente utilizados há várias décadas, obedecendo rigorosa legislação destinada a despoluição e preservação do meio ambiente.

Há no entanto outro fator importante a ser considerado, uma vez que geralmente os tratamentos das águas e efluentes estão a cargo dos Órgãos Públicos, cujos recursos financeiros são maiores do que os da Iniciativa Privada. Além disso, por se tratar de importante Ação Social, a responsabilidade recai mais sobre a ação dos Municípios, Estados e/ou da própria Nação.

O Brasil, com suas dimensões continentais e contando com uma imensa e invejável rede hidrográfica, a qual se espalha desde a extensa Costa Litorânea aos mais longínquos Rincões, deveria a exemplo dos Países mais desenvolvidos, equipar suas “ETAS” com Sopradores de Anel Líquido de forma a garantir eficiência e confiabilidade no que tange o Tratamento dos Efluentes e Esgoto. É uma questão apenas dos Órgãos Públicos serem melhor informados e orientados.

Entre vários usuários destacamos a ÁGUAS da AMAZÔNIA, antiga MANAUS AMBIENTAL, Estação de Tratamento TIMBIRAS de MANAUS que opera há mais de meia década, sem ter apresentado até o momento qualquer necessidade de Manutenção.

 

Notícias Relacionadas

DOWNLOADS

Baixe os catálogos de produtos Imbil

TRABALHE CONOSCO

Se você é movido a Desafios e acredita no
seu potencial de "construir" o Futuro,
venha trabalhar conosco!

COMO CHEGAR

Rua Jacob Audi, 690
Itapira/SP - Brasil
Mapa de como chegar (19) 3843 9833
Imbil - Indústria 100% Brasileira